Um olhar construtivista nas práticas da alfabetização nas séries iniciais.

Resenha da obra
Alfabetização: um processo em construção.
Maria de Fatima Russo
Saraiva – 2012

Esta obra “Alfabetização: um processo em construção”, foi baseada nos esforços da autora Maria de Fatima Russo em transformar os estudos mais valorosos sobre a psicogênese da leitura e escrita (Ana Teberosky e Emilia Ferreiro) em práticas nas classes de alfabetização nos anos de 1990 à 1992. 
A primeira parte do livro inicia como uma reflexão do papel do professor e das suas praticas que podem ou não contribuir para a construção de um ambiente alfabetizador e também traz boas (excelentes) observações sobre os mitos do uso da cartilha, do ditado e da memorização dentro de uma abordagem construtivista. Ainda pode-se encontrar um bom resumo para as definições dos níveis de escritas criados por Emilia Ferreiro e um guia de como realizar a leitura e classificação dentro desses níveis.
No decorrer das quatro partes que dividem e sistematizam essa produção, com linguagem de fácil compreensão mesma para os que não tem conhecimentos amplos em alfabetização, o leitor poderá encontrar atividades bem elaboradas com as temáticas mais importantes do ensino da escrita e posso dizer que essa leitura vale o nosso tempo em cada uma das suas 287 páginas, pois o material que ali se encontra foi bem organizado e fica fácil de compreender sua funcionalidade. As sequências didáticas dispostas ao longo do livro podem ser facilmente adaptadas à diferentes realidades e o que mais me chamou atenção foi que tudo tem embasamento teórico bem explicado e isso facilita em tudo para quem precisa de atividades longas, mas não compreende bem seu objetivo somente observando os registros escritos de outro educador.
Ao final da obra ainda esta disposto um referencial de leitura complementar, pequenos projetos de ação e uma lista de mateias importantes para estruturar as práticas sugeridas ao longo da leitura.

1
Preço de mercado: 83,00

————————————————————————–

Sem dúvida este foi o livro mais interessante que lí sobre alfabetização neste ano (2016) e não costumo criar apego com os livro (objeto), mas confesso que devolve-lo será doloroso. 
Agradeço à biblioteca Bia Bedran da Escola Municipal Manoel Antônio da Costa, por me confiar o empréstimo deste e de ouros livros pedagógicos ao longo do ano letivo.

Beijos e até logo :*

Anúncios