Já se questionou se alguma vez você leu um documento com o nome ERRADO?
É comum pesquisar na internet e acabar achando algo muito útil, mas talvez aquele não seja o documento que você tenha buscado. Pensando nisso a postagem de hoje elencará um roteiro básico das diferenças entre a MATRIZ CURRICULAR e o PLANEJAMENTO ANUAL.

MATRIZ CURRICULAR
É um documento norteador das praticas escolares e faz parte do Regimento Escolar (documento obrigatório) e do Projeto Político Pedagógico (documento obrigatório). Na matriz você encontrará informações como: quantidade de tempos de aula por disciplina, organização dos tempos de aula de cada ano ou ciclo, os nomes das disciplinas e sua exigência ou não em cada série, a etapa de ensino que a série se encontra, etc.
As definições devem sempre estar de acordo com a LDB 9394/96 e suas alterações, assim como a Base Nacional Comum Curricular (bncc-2versao que ainda será alterada no ao de 2017).

Modalidade Série Disciplina N° de aulas semanal e carga horária Tipo de avaliação Aceita mudança na avaliação Carga horária anual
Educação

Infantil

PRÉ II Artes 2 aulas /
50 minutos por aula
Relatório e Portfólio Não 80 horas
Ensino Fundamental 4° ano Ciências 3 aulas / 50 minutos por aula Nota Parcial / 20 % de atividade prática e relatório 120 horas
Ensino Fundamental 1° ano Matemática 4 aulas / 50 minutos por aula Nota / Relatório de avanços trimestrais Não 160 horas

As possibilidades são diversas e toda a organização deve ser discutida com o corpo discente e equipe educacional da escola. Na matriz curricular fica claro o que a escola define como prioridade, como a escola avalia seu educando, como a escola enxerga a necessidade de cada disciplina, portanto é um documento extremamente importante e complexo de ser escrito.
No cado do Ensino Médio e ainda poderiam estar aspectos como o subtipo de ensino (Curso Normal Formação Técnica, Artes Especialização, Eletromecânica Formação Técnica etc), poderia conter um quadro para descrever se a disciplina aceita “dependência” entre muitas outras coisas. Ainda assim se faz necessário ler os documentos municipais e estatuais que norteiam uma base a ser seguida e se enquadrar.

É comum quando você esta se graduando receber a matriz do seu curso com o nome das disciplinas do semestre e a carga horária, outras Universidades disponibilizam um esquema como esse abaixo.

Semestre Disciplina Nome do professor Formação do professor Carga Horária da Disciplina
História da Arte Juliana Salvadori Mestre 60 horas
Música Aline Souza Bacharel 60 horas

Como reagir se sua matriz contempla disciplinas que não estão na base do seu município?
Simples, inclua uma modalidade de ensino extracurricular!

PLANEJAMENTO ANUAL
O planejamento anual, assim como QUALQUER documento escolar, deve se feito coletivamente. Nele ficará disposto os conteúdos propriamente ditos, os objetivos gerais e específicos (ou qualquer outro nome utilizada para o mesmo), as estratégias ou atividades que serão realizadas para chegar aos objetivos de cada conteúdo e também algum tipo de organização temporal para os mesmos, como: bimestral, trimestral, anual ou semestral. A mais comum é a bimestral, mas isso dependerá muito da Unidade Escolar.
O planejamento anual precisará conter todas as disciplinas que estão dispostas na MATRIZ CURRICULAR e em alguns casos precisará ser adaptado às necessidades de alguns educandos, como no caso de educandos com necessidades especiais ou educandos com dificuldade de aprendizagem.

matriz-historia
I: Introduzir / A: Aprofundar / C: Consolidar – 1° ano

Obrigado por nos acompanhar e não deixe de nos visitar nas redes sociais!!!
Beijos e até logo :*

Bônus – PLANEJAMENTO ANUAL – HISTÓRIA 1° ANO

Anúncios